Postado por:

Tosse. Causas, sintomas e tratamentos

mulher sentada no sofa tossindo

A tosse pode ser muito incômoda e atrapalhar o dia a dia. Saiba como se prevenir. 

 

Provavelmente você ou alguém próximo já tiveram tosse pelo menos uma vez na vida. Ela pode ser provocada por vários fatores, doenças ou reações e é importante conhecer a sua causa e manifestação para tratá-la corretamente. Aqui você vai saber mais sobre esse sintoma, tipos, causas e tratamentos. 

Boa leitura! 

 

O que é Tosse?

mulher com a mao na boca tosse

 

A tosse é uma espécie de escudo de proteção do aparelho respiratório, quando este passa por um processo irritativo. É um mecanismo benéfico que permite impedir a entrada de germes, secreção, alimentos ou corpos estranho nas vias nasais. 

Em alguns casos, a tosse pode apontar algum problema de saúde mais grave, principalmente se for excesso, por um longo prazo e vier acompanhada de secreção

 

Tipos

A tosse pode ser classificada de acordo com a sua duração, intensidade e produção de muco. Entre elas estão:  

 

Tosse seca

Esse tipo costuma ser bastante incômodo e não tem secreção na garganta e pulmões e também não provoca chiados no peito. 

Quase sempre pode ser sinal de alguma alteração no sistema respiratório e caracterizar alguns tipos de doenças, como: 

 

Tosse produtiva

Nesse tipo ocorre a produção de muco, o conhecido “catarro”,   que pode ser ter odor, textura e ser claro, espesso, branco, verde, amarelado e até acinzentado sendo expelido durante a tosse. 

Esse muco é produzido por pequenas glândulas que ficam abaixo da mucosa, uma camada que reveste internamente as vias aéreas e tem a função de proteger essas vias de vírus, bactérias e outros micro-organismos que podem infectar nosso corpo. 

A tosse produtiva também pode ocorrer após o tratamento de algumas doenças, fase em que o organismo ainda está eliminando os micro-organismos do corpo.

 

Tosse por tabaco

pessoa apagando um cigarro pois pode causar tosse
O cigarro é um dos fatores de risco para provocar tosse persistente.

 

O tabagismo também contribui para o surgimento de uma tosse crônica que costuma ser bastante incômoda e persistente. Esse tipo também pode produzir uma secreção crônica, que costuma ser escura, amarronzada. 

O fumo é um agente bastante irritante das vias aéreas, tanto as nasais como brônquicas e sua constância pode estimular as glândulas a produzirem mais muco.

Deixar de fumar é importante para aumentar as chances desse tipo de sintoma diminuir e parar com o tempo. 

Dificuldades para deixar o cigarro? Veja aqui um Guia completo para parar de fumar

A tosse também pode ser classificada como:

Aguda:  Esse tipo costuma começar de maneira repentina e costuma durar por um período de até três semanas. Pode surgir a partir de um resfriado, gripe ou sinusite.  

Subaguda: quando ocorre por um período de três a oito semanas.

Crônica: quando dura mais de oito semanas. 

Saiba as diferenças entre resfriado e gripe

Causas

homem com as maos na boca tossindo
Gripes, resfriados e sinusites são doenças que podem provocar a tosse e é preciso tratá-las.

 

A tosse costuma ser causada a partir de infecções recentes das vias respiratórias, como o resfriado comum ou a gripe. 

Outros fatores que podem causar o sintoma são:

  • Asma;  
  • Rinossinusite alérgica (inflamação do nariz e dos seios nasais); 
  • Doença Pulmonar; 
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (enfisema ou bronquite crônica); 
  • Doenças pulmonares, como bronquiectasia, doença pulmonar intersticial ou tumores; 
  • Infecções do pulmão, como pneumonia ou bronquite aguda; 
  • Doença do refluxo gastroesofágico
  • Sinusite levando a gotejamento pós-nasal
  • Inibidores da ECA (medicamentos usados para controlar a pressão arterial); 
  • Tabagismo; 
  • Exposição à fumaça do cigarro
  • Tuberculose

Fatores de risco

As infecções das vias aéreas inferiores e superiores, em especial o resfriado comum, são os fatores que mais causam a tosse aguda

Outros fatores que também costumam provocar são sinusites agudas, a exposição a alérgenos e irritantes, e a presença de doenças crônicas como asma, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e sinusites.

Outras doenças potencialmente graves como pneumonias, edema pulmonar por insuficiência ventricular esquerda, embolia pulmonar e manifestações graves de asma e DPOC também podem provocar tosse aguda e, ao contrário das causas anteriores, necessitam de intervenção médica urgente devido ao risco de complicações.

 

Sintomas  

mulher com a mao na garganta
Dores de garganta podem ser um dos sintomas.

 

A tosse pode ocorrer com outros sinais e sintomas, como: 

  • Coriza (nariz escorrendo ou entupido); 
  • Sensação de líquido escorrendo pela parte de trás da garganta (gotejamento pós-nasal); 
  • Dor de garganta
  • Rouquidão
  • Chiado e falta de ar
  • Azia ou um gosto amargo na boca
  • Pigarro frequente
  • Tosse com sangue (Em casos raros) 

 

Quando buscar ajuda médica 

É muito importante procurar um médico quando a tosse estiver persistente por mais de 15 dias ou acompanhada de alguns sinais como:

  • Secreção pulmonar esverdeada ou sanguinolenta; 
  • Sangramento; 
  • Febre por mais de 72 horas
  • Dificuldade para respirar; 
  • Perda de peso; 
  • Queda do estado geral. 

Ao sentir esses sintomas, você pode procurar pelos seguintes especialistas para avaliar e diagnosticar a tosse, como: 

Caso a tosse seja decorrente de doença do refluxo gastro esofágico ou problemas no coração, os médicos que devem ser procurados são: 

Diagnóstico 

medico examinando paciente
Ao ter uma tosse persistente, é muito importante procurar um médico para diagnosticar a causa.

 

O diagnóstico é feito pelo especialista a partir de um exame clínico. O médico irá verificar seu histórico médico, perguntar se sente outros sintomas e então faz um exame físico observando a garganta e escutando os pulmões.  

Alguns médicos optam por iniciar o tratamento para tratar as causas mais comuns de tosse, em vez de solicitar outros exames específicos. 

Se o tratamento não funcionar, o médico solicita outros exames específicos para avaliar a causa, como: 

  • Raio-X do tórax
  • Pesquisa viral e/ou cultura de secreção traqueal
  • Tomografia de tórax
  • Exames de sangue
  • Espirometria
  • Ecocardiograma                                                                                                                                    

 

Tratamento para a Tosse 

O tratamento vai depender da causa. Em alguns casos o médico pode encaminhar para outros especialistas, mas como a maioria dos casos é decorrente de infecções virais, algumas recomendações são importantes de serem seguidas, entre elas:  costuma ser:

  • Tomar corretamente o medicamento receitado pelo médico 
  • Fazer repouso 
  • Reforçar a hidratação
  • Fazer inalação
  • Fazer lavagem nasal com soro fisiológico 

Os medicamentos são recomendados de acordo com as causas da tosse e podem ser variados. Em alguns casos, não se trata o sintomas mas sim a doença que está causando. Por isso é importante procurar um médico e tomar medicação receitada somente pelo profissional.  

 

A Tosse tem cura?

Sim, a tosse tem cura e na maioria das vezes desaparece em algumas semanas, tudo vai depender da causa. Se estiver com tossindo por mais de 2 semanas ou com outra doença que cause o sintomas, é importante procurar um médico para excluir a possibilidade de outros problemas médicos.

 

Possíveis complicações 

Passar o dia com uma tosse persistente é bastante chato e incômodo. Ela pode atrapalhar o seu dia a dia, prejudicar o seu sono e provocar outros problemas, como: 

 

Medidas para conviver com a tosse 

Quem tem uma tosse persistente, sabe o quanto é incômodo conviver com isso. Existem alguns medicamentos e xaropes à venda nas farmácias para aliviar os sintomas, mas o correto é procurar um médico para investigar a causa, principalmente se for persistente ou estiver associada à secreção, falta de ar, febre e cansaço. 

Um outra dica importante é manter-se bem hidratado durante esse período. Ingerir bastante água e outros líquidos é essencial para aliviar os sintomas e afastar de vez a tosse. 

 

Como prevenir a tosse

copos com agua em cima da mesa
Tomar bastante água para manter-se hidratado é fundamental para melhorar a tosse.

 

A prevenção da tosse depende de alguns fatores, principalmente se não estiverem associadas a doenças. Algumas medidas são recomendadas para prevenir e melhorar a sua ocorrência. 

  • Evite Fumar
  • Tome vacina contra a gripe e a vacina pneumocócica anualmente
  • Reduza sua exposição à poluição do ar 
  • Evite o uso de produtos e a exposição a agentes químicos que possam irritar os pulmões
  • Lave as mãos frequentemente para evitar que o vírus e outras infecções se espalhem 

Tosse em bebês e idosos 

bebe com os olhos avermelhados chorando
Bebês têm a imunidade frágil e a tosse pode ser bastante incômoda nesse período.

 

Os bebês possuem o sistema imunológico ainda imaturo, e quando apresentam uma tosse pode ser muito ruim para eles, por isso a prevenção é uma medida muito importante. Já os idosos, principalmente os que tem algum problema de saúde, também possuem o sistema imunológico debilitado e por isso precisam de cuidados redobrados. 

Evite levar os bebês e idosos a lugares fechados, aglomerados e com pessoas doentes, principalmente nos meses de outono e inverno, época em que muitos vírus circulam por esses ambientes. 

Saiba mais sobre as doenças comuns no inverno e como se prevenir. 

Outras medidas são importantes de prevenção são:

  • Utilize o álcool gel nas mãos ao ter contato com bebês e idosos;
  • Faça ou incentive o aleitamento materno exclusivo (até os 6 meses); 
  • Ofereça uma alimentação saudável aos idosos e ao introduzir alimentos no cardápio do bebê;
  • Mantenha as vacinas em dia, tanto dos bebês e idosos como também de seus responsáveis e cuidadores; 

As vacinas imprescindíveis para prevenir doenças que causam tosse e outras complicações respiratórias são: coqueluche, pneumocócica 13 Valente, pneumocócica 23 Valente, gripe. 

 

Agora que você já sabe mais sobre tosse, suas causas e tipos é sempre importante lembrar dessas dicas na hora que os sintomas surgirem. Procurar um médico e fazer um diagnóstico é muito importante para descobrir as causas do problema e seguir um tratamento recomendado para que você tenha mais qualidade de vida, bem-estar e manter uma rotina saudável.  

 

Se você leu esse artigo sobre e deseja procurar um médico, na Cia. da Consulta você pode agendar de forma rápida e prática para cuidar da sua saúde com todo o conforto, rapidez e bem-estar. Repense a sua saúde

Compartilhe esse texto para que mais pessoas possam conhecer sobre o tema. Veja também mais textos com dicas de saúde para melhorar a sua saúde, leia aqui: 

 

Otite. Sintomas, causas e tratamento

Intolerância a Lactose. Entenda o que é 

Meningite. Sintomas, causas e tratamento